Visita inesperada

Anal

Visita inesperada
Era feriado de setembro, aniversário do meu filho e ele resolveu reunir uns amigos na minha casa.
Nessa época meu filho morava com a namorada.
Fui ao mercado, comprei tudo para um churrasquinho os amigos e amigas do meu filho foram chegando, todos na faixa dos 18 à 20 anos, eu já perto dos 40 mas me sentindo com 20 e todos me tratando como se os tivesse.
Churrasco e cerveja rolando, cada um que chegava meu filho me apresentava os que eu não conhecia tudo com muita alegria…
Até que chegou o Joe 19 anos, 1.70m de altura, +ou- 70kg, branquinho, corpo todo bem distribuído, olhos cor de mel e cabelos encaracolados muito mas muito lindo mesmo.
Fomos apresentados pelo meu filho como um dos melhores amigos dele. Ele me deu abraço apertado e dai por diante ou seja o dia todo não tirava os olhos de mim e quando eu olhava pra ele, ela dava um sorriso eu correspondia pois notei que ele tava me dando mole na cara dura.
Eu adoro garotos e num determinado momento resolvi ir bater um papo com ele, saber o que fazia se estava namorando e tal…
Ele me disse que só estudava, estava sem namorada e que fazia pulseiras de artesanato inclusive tinha umas na mochila e tirou alguns rolos de fio da mochila colocou na estante, depois tirou as pulseiras e me mostrou foi colocando uma a uma em cima da minha perna, eu elogiei seu trabalho e quando ele foi paga-las passou a mão como sem querer na minha perna eu me arrepiei e ele deu um sorriso safado.
Fim de festa todos foram embora inclusive o Joe que ao sair deu uma piscada e aquele sorriso safado e lindo.
Uma bela noite chegando do serviço vejo um carro parar no meu portão e eis que desce o Joe as minhas pernas até bambearam. Ele estava lindo com uma calça jeans apertada tênis e camiseta regata bem justa. Fui recebe-lo nos cumprimentamos ai ele me disse que tinha esquecido os rolinhos de fio com os quais fazia suas pulseiras, eu me lembrei que ele tinha colocado em cima da estante e o convidei a entrar liguei a tv fui à cozinha pegar uma cerveja ele estava bem a vontade no sofá que é em L.
Começamos a comentar sobre a festa e dar risada sobre os fatos acontecidos me estico no sofá e jogo meus braços pra trás com as mãos abertas, de repente sinto o dedo dele passar no meio da minha mão, instintivamente fecho a mão e puxo ele pelo dedo pra cima de mim. Ele me socou um beijo de tirar o folego e já começou a tirar minha camisa. Eu não estava acreditando que aquele mlk gostoso tava me agarrando daquele jeito, Ele sussurrou no meu ouvido “não via a hora de estar aqui com vc” e me deu aquela lambida na orelha eu me arrepiei pois sinto o maior tesão quando tocam nela e já fui tirando a camiseta dele. Ele foi descendo e começou a mordiscar meus mamilos desceu mais meteu a língua no meu umbigo desabotoou a minha calça e tirou junto com a cueca me deixando pelado, fiz o mesmo com ele, continuei deitado ele veio sentou no meu peito e foi ai que vi o tamanho daquela rola dura e reta batendo no meu queixo, devia ter +ou- 21cm e graça cabeça rosada e saia um fio de pré gozo que não resisti e passei a língua.
Ele deu um urro se ergueu e meteu ela quase toda na minha boca até chegar na garganta até saiu agua dos meus olhos. Ele tirou tudo levantou a rola e colocou seu saco pra eu lamber e depois coloquei uma bola de cada vez na boca, ele se contorcia eu aproveitei e fui com a língua até o seu cu ele sentou na minha cara e eu linguei até o fundo do cu dele. Ele não aguentando levanta e mete a rola na minha boca e pede pra eu enfiar o dedo no cu dele.
Enfiei um e como estava lubrificado pela minha língua enfiei outro e enquanto ele metia a rola na minha boca indo até a garganta eu colocava e tirava os dedos do seu cu num vai e vem sincronizado, ficamos nessa por uns 15 minutos até que ele não aguentando mais gozou no fundo da minha garganta e eu engoli todos aqueles jatos de gala grossa e deliciosa ele mais que depressa pegou meu pau que estava todo melado meteu na boca e me chupou como se fosse o ultimo pau do mundo e eu gemendo alto gozei também na sua garganta que ele engoliu tudo.
Ficamos alguns minutos nos recuperando para o segundo tempo, foi ai que o cel dele tocou e ele foi obrigado a atender pois era sua mãe pedindo pra ele leva-la ao mercado.
Ele teve que ir mas prometeu voltar logo, pois queria experimentar minha rola no cu dele e eu a dele no meu cu.
Assim que isso acontecer eu conto pra vcs bjs…

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir