Dei pro meu patrão ! ” conto erótico d

Dei pro meu patrão ! ” conto erótico d
Olá amores, quero contar pra vocês uma aventura minha.

Há dois anos atrás eu trabalhava como secretaria em um escritório de advocacia, meu patrão, Dr. Celso era um homem experiente de 40 anos, charmoso e cheiroso ( ele era um quarentão gostoso pra caralho )
Sempre tive vontade de trepar com ele, mas nem ele e nem eu tomava a iniciativa.

Um certo dia antes de ir para o trabalho acordei com um tesão tremendo, minha bucetinha toda molhada querendo levar pau. Levantei e fui tomar banho, comecei a me masturbar. Peguei a mangueira do chuveiro e comecei a passar suavemente na minha bucetinha, mas parei, aquele dia eu queria pau, o desejo de transar era visível na minha pele e no meu corpo, já estava perto de ir para o trabalho

Coloquei uma de minhas lingerie, peguei uma preta bem sexy, com cinta liga, uma saia preta bem coladinha com uma fenda, um salto alto e minha camisa branca do escritório que era meu uniforme, passei um batom vermelho, fiquei bem sexy, para deixar Dr. Celso de boca aberta hehe.

Ele chegou no escritório, e me olhou como nunca tinha olhado antes, me deu um bom dia bem animado com uma risadinha safada, fiz o mesmo só que com uma cara de que hoje você não me escapa hehe.

Antes dele entrar na sala me falou que aguardava um cliente e assim que ele chegasse era para eu mandar entrar, eu rapidamente fui levar uns papeis para ele, chegando lá fiquei de costas para ele e peguei o grampeador na gaveta só para me abaixar um pouco e provocar ele, deixando aparecer que eu estava usando uma lingerie com cinta liga, deixei aparecendo a polpa da bunda.

Grampeei os papeis e quando fui entregar para ele vi um volume na calça dele. Ele me olhou com cara de safado e falou NOSSA hoje se tá muito GOS….. GATA ! Camila ! e sorrio. Dei um sorriso safado e falei Obrigada !
Saí da sala porque o cliente avia chegado. Quando fui atender ero o Dr. Paulo, ah, o Paulo, que Paulo, nossa aquilo não era um homem e sim um monumento. Era meu dia de tortura eu cheia de tesão e me aparece aquele homem musculoso, gostoso, moreno, alto, se escondendo naquele terno preto que deixou ele ainda mais gostoso.

Na hora meu tesão aumentou ainda mais, e me perguntei se o Paulo se encaixava certinho ao meu corpo.
Guiei ele até a sala, ele entrou e começaram a reunião, fiquei a imaginar o Paulo pelado e o quão gostoso ele seria sem aquele terno, brincando com a imaginação e ficando ainda mais exitada, depois de um tempo a reunião acabou e o Dr. Paulo foi embora, mais o meu tesão não hehe.

O Dr. Celso me chamou pelo telefone, era para eu xerocar uns papeis para ele lá na sala dele, Ah, era a minha hora.
Ele não tinha mais compromisso marcado com clientes, e eu estava cheia de tesão, com muita vontade de trepar, pensei é hoje que vou trepar com ele, fui até o banheiro e tirei meu sutiã, meu peitos estavam bem durinhos e minha bucetinha toda melada, arrumei minha camisa deixando os seios bem visíveis e abri dois botão da camisa, retoquei o batom vermelho e o perfume, puxei a saia um pouco pra cima e fui até a sala dele.

Chegando lá ele me olhou com cara de espanto, mais como ele já era experiente logo sacou o que eu queria hehe.
Ele me puxou pelo braço e me deu um beijo quente e forte, aquele beijo me molhou toda, nossa !!!! Como eu estava precisando disso, ele não parava de me beijar.
Me virou contar a parede puxou meu cabelo e começou a chupar meu pescoço com uma vontade como se tivesse há dias sem sexo.
Ele levantou meu vestido e colocou a mão dentro da minha calcinha e disse: É isso que tu quer né, se quer foder ?
Respondi: uhum ! junto com gemidos de tesão.

Ele abriu minha camisa e começou a chupar meus peitos com muita vontade, me pegou no colo e me colocou sentada encima da mesa do escritório, ele esfregava minha bucetinha e me beijava, me lambia toda.
Ele já estava com o pau quase explodindo de tesão, me abaixei e comecei a chupar ele, deixei o pau dele pronto para me penetrar.

Fiquei de quatro na mesa, ele abaixou as calças e meteu forte, não me controlei e gritei, que se foda quem ouvia, eu pedia mais, ele socava forte e fundo e era mais que eu queria.
Ele me xingava “Vai sua puta gostosa, era isso que tu queria né, tu queria pau”, ele falava e mais louca eu ficava.
Ele não diminuía o ritmo, puxava meu cabelo e me dava palmadas na bunda, ele metia fundo sem dó não sobrava nada do pau para fora, eu gemia muito “Mete, safado, me fode gostoso, era isso que eu queria”

Eu não aguentava mais e gozei, gozei muito, ele gozou logo depois não se aguentava, tadinho, foi uma loucura, podia entrar qualquer um no escritório, mas não nos importamos com isso.

Coloquei minha camisa me arrumei e saí sem falar uma palavra com as pernas ainda bambas e continuei meu serviço como se nada tivesse acontecido… fiquei imaginando o que ele teria ficado fazendo na sala, depois de uma trepada dessa hehe.

Depois desse dia, Dr. Celso passou a ser o melhor Patrão que eu tive hehe.

FIM !

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir