Quando dei a minha mulher ao cão

Quando dei a minha mulher ao cão
Sou casado com a minha mulher à 21 anos, a nossa vida sexual é aberta no sentido em que tudo o que dá prazer é possível de ser feito desde que os limites e gosto do parceiro sejam respeitados. De qualquer maneira sempre tivemos uma relação onde tudo foi feito sem grandes limites, tenho uma mulher que é autentica puta no que a sexo diz respeito. O que vou contar aconteceu mesmo e não é estória… é totalmente verdade.
Um dia em conversa calhou falar-se de z******a, como seria sentir o caralho de um cão dentro do cu ou da cona… ou mesmo mamar o caralho ao cão. Na verdade havia um familiar com uma quinta que tinha um cão de que a mulher gostava muito (como cão, lhe tinha passado pela ideia meter-se debaixo dele). Um dia fomos à quinta do tal familiar o cão veio ter connosco como normal; cão grande, cruzamento de pastor alemão com Husky, meigo e bricalhão, tinha na altura 5 anos o a****l. A meio da tarde estando a família entretida na conversa no escritório esgueirei-me mais a minha mulher cá para fora. Fomos dar uma volta pela quinta e o cão veio atrás de nós. Em determinada altura senta-mo-nos perto do tanque de rega e o cão passou bem perto da minha cara e fiz-lhe uma festa no lombo a minha mulher também lhe fez festas… o a****l foi-se chegando e enfiou o focinho entre as pernas da minha mulher que se levantou para que o cão não enchesse de baba a saia. Meio a brincar meio a sério disse-lhe para fazer uma festa no caralho do cão … ela festa e logo o caralho começou a sair da bainha do cão… Disse-lhe para continuar a bater à punha ao cão , assim o fez até que o cão começou a fazer movimentos como se estivesse a foder uma cadela… Nessa altura a minha mulher perguntou-me o que queria eu que ela fizesse? Respondi-lhe para baixar as cuecas por-se de quatro e levantar a saia. Ela fez; leveio o focinho do cão até à cona da minha mulher que já estava bem molhada… o cão que não via cadela fazia muito rapidamente montou a minha mulher… enfio-lhe o caralho no cu logo na primeira estucada que a puta da minha mulher até deu um grito abafado… Já com o caralho enfiado o cão começou a enrraba-la rapidamente e cada vez com mais força… Para que não ficasse pegado disse à minha mulher para se levantar. Levantou e perguntei-lhe se tinha gostado ao que ela responder afirmativamente; disse-lhe então para se voltar a por de quatro e espetar o cu… o cão assim que voltou a tê-la a jeito investiu e desta vez enfio-lho na cona…com força e vigor lhe deu na cona. Enquanto o cão lhe comia a cona de joelhos em frente à minha mulher enchi-lhe a boca com o meu caralho já duro de tanta foda ver… O cão fodeu até lhe encher a cona. A minha mulher de boca cheia gemia conforme podia; quando o cão retirou o caralho de dentro dela esta com um nó descomunal e eu mais um pouco acabei por encher a boca da minha puta de esporra, que engoliu como gosta de fazer… Desde esse dia voltei a dar a minha puta ao cão mais uma quatro vezes. Entretanto o cão foi morto a tiro por um caçador incauto. Neste momento não temos cão. A minha puta anda doida para arranjar um bom cão para lhe encher a cona e o cu… e já agora mamar coisa que nunca chegou a fazer mas gostava de experimentar. Quem tiver um bom cão…

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir